EMILIANO DANTAS UNE BRASIL, SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE E PORTUGAL EM PESQUISA E EXPOSIÇÃO.


Na sequência do seu trabalho artístico e de pesquisa etnográfica realizado no Brasil, que resultou na exposição “Entre o Mato e a Roça” patente no Museu do Neo-Realismo entre junho e novembro de 2018, o antropólogo e fotógrafo Emiliano Dantas apresentou dia 16 de outubro, no auditório do MNR, na cidade portuguesa Vila Franca de Xira os registos do trabalho agora realizado em São Tomé e Príncipe.
Em seu trabalho, Emiliano (foto) fala  da experiência da exposição “Entre o Mato e a Roça” vivenciado no mês de  agosto na VIII Bienal Internacional de Arte e Cultura de São Tomé e Príncipe, enquanto suporte narrativo que permitiu uma interação com o público são-tomense, assim como do trabalho de recolha nas roças de São Tomé, que dará sequência a uma pesquisa que une Brasil, São Tomé e Portugal. Em Portugal, o ex-vice-prefeito de Itajuípe Antônio Jorge Rodrigues Neto "Jorjão" acompanha os  trabalhos do antropólogo e fotógrafo Emiliano Dantas autor do livro Os Meeiros do Cacau do Sul da Bahia – trabalho, corpo e documentação que contextualiza o modo de vida, às novas relações de trabalho e às novas possibilidades de exercício da autonomia em meio a uma crise na produção de cacau.

0 comentários:

Copyright © 2012 blog do erê.