ITABUNA: AUDIÊNCIA PÚBLICA APONTA CAMINHOS PARA A RECUPERAÇÃO DA LAVOURA DO CACAU.


Representantes da lavoura cacaueira e parlamentares estiveram reunidos nesta segunda-feira (31/8), durante audiência pública, na Câmara de Vereadores de Itabuna, no Sul do Estado, para discutir as alternativas para recuperação do setor. Estiveram presentes a senadora Lídice da Mata (PSB-BA), os deputados Davidson Magalhaes (federal), Eduardo Salles (estadual) e representantes da Federação da Agricultura da Bahia, além de produtores de mais de 20 municípios baianos. O governo federal enviou o representante do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Afonso Celso Sá.
A senadora Lídice da Mata apontou as prioridades para a retomada do crescimento econômico da lavoura cacaueira na Bahia. As questões elencadas pela parlamentar foram: a revisão da política de importação de amêndoas de cacau, conhecida como drawback; o endividamento dos produtores; a necessidade de reformulação da Comissão Executiva de Planejamento da Lavoura Cacaueira (Ceplac), integrando-a com a Universidade Federal do Sul da Bahia; a implementação do Plano Estadual de Recuperação da Lavoura Cacaueira; além da aprovação do projeto de sua própria autoria, que prevê o teor mínimo de 35% de cacau puro em todo chocolate produzido e comercializado no Brasil.
De acordo com a senadora baiana, dois assuntos foram levados à ministra da Agricultura, Kátia Abreu que, na oportunidade, se interessou bastante sobre a questão do drawback. “Ela também se comprometeu em nos apresentar uma proposta para a reformulação da Ceplac”, afirmou. Lídice também lembrou que aprovou no Senado um requerimento com 11 questões para  que o Ministério da Agricultura responda em um prazo de 30 dias. Todas as perguntas foram focadas na temática do drawback (acesse aqui o teor do Requerimento).
Milton Andrade Junior, do Sindicato Rural de Ilhéus, disse que os produtores de cacau são vítimas do lobby da indústria. “Ninguém vai fazer chocolate com produtor falido. É preciso que voltemos a exportar cacau”,

0 comentários:

Copyright © 2012 blog do erê.