DELATOR BAIANO DEVOLVE 70 MILHÕES PARA VALIDAR ACORDO


Delator baiano devolve R$ 70 milhões para validar acordo

O lobista baiano Hamylton Padilha, preso em decorrência da 15ª fase da Operação Lava Jato, se comprometeu a pagar multa compensatória de R$ 70 milhões para validar o acordo de colaboração premiada firmado com o Ministério Público Federal (MPF). O pagamento do acordo, que foi homologado por Sérgio Moro, deve ser feito em três parcelas em uma conta judicial, de acordo com o G1. O lobista, denunciado por ter repassado US$ 31 milhões em propina para funcionários da Petrobras e para o PMDB, responde por corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Pelo acordo de colaboração, a pena unificada de Padilha pelos crimes mencionados nos depoimentos só pode chegar a até oito anos de regime fechado. Informações BN.

0 comentários:

Copyright © 2012 blog do erê.