JUSTIÇA DETERMINA QUE INVENTÁRIO DE BENS DE CHICO XAVIER SEJA FEITO POR FILHO ADOTIVO.

Justiça determina que inventário de bens de Chico Xavier seja feito por filho adotivo


O filho adotivo do médium Chico Xavier, Eurípedes Higino, firmou um acordo judicial com o Ministério Público Federal (MPF) em Uberaba para a preservação dos bens do líder espírita, morto em 2002. Ele terá 20 anos meses para elaborar um projeto museográfico para as peças e realizar o inventário dos bens. Além do MPF, integram o acordo, assinado nesta terça-feira (4), órgãos municipais e estaduais ligados à preservação do acervo histórico e cultural. A conciliação foi resultado de uma ação ajuizada em 2011 para obrigar Higino e o poder público a fazer o inventário e tombamento dos bens de Xavier.  A partir deste ano, o patrimônio do médium está sendo gerido pelo filho e exposto em um museu provisório na casa onde Xavier morou em Uberaba, onde viveu por 40 anos. O levantamento formal dos bens ainda não foi feito, exceto o da Casa da Prece, onde ele realizava seus atendimentos.

0 comentários:

Copyright © 2012 blog do erê.