ITAJUÍPE: JUSTIÇA DETERMINA BLOQUEIO DE 32 MIL REAIS DE REPASSE DA PREFEITURA AO HOSPITAL.




A situação administrativa e financeira do Hospital Doutor Montival Lucas não está nada boa. Prova disso foi uma decisão judicial, datada de 09 de agosto 2013, impetrada pela Juíza do Trabalho, Eloína Maria Barbosa Machado. Na decisão a juíza solicita que a Prefeitura Municpal de Itajuipe proceda ao bloqueio no valor R$32.634,26, da subvenção social repassada a Associação Beneficente de Itajuípe (mantedora do HML), e deposite o valor em juízo na Caixa Econômica Federal, referente ao pagamento de causas trabalhista de um ex-funcionário do hospital.

Detalhe, este valor segundo a decisão da juíza tem que ser saldado, “pago”, “tirado” da subvenção social no valor de 40 mil reais que a Prefeitura repassa mensal ao hospital. Em sessão na Câmara de Vereadores, nesta quinta-feira (12/09), os vereadores cobraram maior postura da assessoria jurídica do HML, uma vez que a Lei Municipal nº 871/2012, aprovada pelo Poder Legislativo, designa a subvenção ao HML exclusivamente para a folha de pagamento dos médicos, no intuito de evitar a falta destes à população.

Diante da situação, o vereador João Magalhães (PRTB) cobrou postura da diretoria do HML, ressaltando "ser esta uma decisão da qual se pode recorrer e que requer rapidez”. O presidente da Câmara, Eduardo Portela (PRP), salientou "a atuação e a dedicação de todos os vereadores para a garantia do repasse do Executivo ao HML", ressaltando que "a população não pode ser penalizada pela sentença". O Vereador Leandro Junquilho (PSDC) pediu empenho de todos os vereadores convocando-os para uma reunião extraordinária com objetivo debater a decisão judicial e a crise financeira do hospital que vem afetando toda comunidade que depende do atendimento hospitalar naquela casa de saúde.

0 comentários:

Copyright © 2012 blog do erê.