ITAGIBÁ: PREFEITURA DÁ INICIO À IMPLANTAÇÃO DO UNIFORME INTELIGENTE NA EDUCAÇÃO.




Começou pelo Colégio 14 de Agosto a implantação do uniforme inteligente em Itagibá, no sul da Bahia. O município é o segundo do país a aderir à solução tecnológica que ajuda a combater a evasão escolar e aproximar a família da escola.

No inicio deste mês  foi realizada a apresentação do sistema para alunos, professores e país de alunos, no auditório da Secretaria Municipal da Educação. “Queremos fazer de Itagibá referência em educação não apenas fazendo colégios bonitos, mas valorizando os profissionais que fazem a educação, os alunos e suas famílias”,ressaltou o prefeito Marcos Barreto, o Marquinhos (foto).

O uniforme inteligente funciona da seguinte maneira: Uma etiqueta inteligente de identificação é instalada no uniforme do aluno. Ao chegar à unidade escolar, ele é identificado por sensores que registram seu horário de entrada e saída. Os registros são enviados aos pais de alunos ou responsáveis por mensagem de texto (sms) para celulares cadastrados.

Em Vitória da Conquista, o sistema funciona há dois anos e beneficia 17.500 alunos de 25 escolas da rede municipal de ensino. Na cidade do sudoeste baiano, a solução atende do Fundamental ao Ensino Médio. Além de Itagibá e Vitória da Conquista, o uniforme inteligente está presente no Brasil em escolas da rede privada de Santos e São Paulo e no Centro Comunitário Tia Bala, em Salvador.

A secretaria de Educação de Itagibá, professora Elinea Souza, destacou a importância do uniforme para a educação. "Estamos modernizando a educação. E de forma democrática. Antes de decidir pela implantação do sistema, realizamos audiência pública com a participação de pais de alunos, Conselho Tutelar e promotoria pública. Todos aprovaram o serviço”, ressaltou.

A educadora compreende que o uniforme não é o "Salvador da Pátria". “Não é só o uniforme que combate a evasão. É necessária a incorporação da sociedade para que tenhamos uma educação melhor”, afirmou.

“O foco do sistema é reduzir a evasão escolar. Ele faz um acompanhamento periódico da vida do aluno. Não adianta montar um conselho de evasão escolar é preciso identificar a motivação da ausência do aluno na escola”, pondera Edilson Almeida Costa, da empresa Da Costa, responsável pelo sistema. Notícia da Ascom da Prefeitura de Itagibá.

0 comentários:

Copyright © 2012 blog do erê.