MUNICÍPIOS BAIANOS RECEBEM EQUIPAMENTOS MÉDICOS.

SONY DSC

Representantes dos municípios de Amélia Rodrigues, Gandu, Nova Fátima, Olindina e Paramirim e da Fundação Hemocentro da Bahia (Hemoba), reuniram-se na sede da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), nesta segunda-feira(3), para receber os equipamentos adquiridos com recursos provenientes de emenda parlamentar da senadora Lídice da Mata(PSB).

“Agradeço ao secretário Jorge Solla pela oportunidade de prestar contas de nosso trabalho parlamentar, não só meu, mas de toda a bancada baiana, da qual cada integrante está comprometido no esforço de destinar R$ 2 milhões de suas emendas à saúde, esforço este que se deve ao subfinanciamento do setor e as dificuldades que estado e municípios têm de arcar com as elevadas despesas”, destacou Lídice.

Segundo o secretário , o Governo Federal financia apenas 30% do custo da saúde nos municípios. Solla, que já realizou encontro idêntico com o senador Walter Pinheiro, pretende continuar aproximando os congressistas baianos de gestores públicos beneficiados por emendas parlamentares.

“É uma boa oportunidade para agradecer o empenho da bancada pela colocação destes recursos e criar a oportunidade de ouvir novas demandas dos prefeitos”, explicou.
Segundo o prefeito de Gandu, Ivo Peixoto, é fundamental o apoio da senadora no valor de R$ 80 mil para compra de equipamentos destinados aos postos de saúde da família. “Nós aproveitamos para pedir que ela também apoie a instalação do nosso hospital municipal, que já está construído, mas depende da liberação de verbas para ser equipado”, declarou.

Além de Gandu, os R$ 220.000,00 empenhados pela emenda da senadora Lídice da Mata ao Orçamento de 2012 destinado aos PSFs beneficiou os municípios de Amélia Rodrigues (R$ 55 mil), Nova Fátima (R$ 55 mil), Olindina (R$ 100 mil) e Paramirim (R$ 30 mil).

O valor global da emenda é de R$ 1.315.543,20 e contempla ainda o Hospital Geral de Ipiaú com R$ 203.364 e a Fundação Hemoba com R$ 750.219,20, valor este que será utilizado na aquisição de uma unidade móvel de coleta de sangue. “A única unidade móvel que temos responde por 18% de todo o sangue que o Hemoba coleta, o que nos faz supor que com mais esta aquisição poderemos multiplicar nossa capacidade de coleta”, declarou o diretor do Hemoba, Roberto Schlindwein.
Mesmo com apenas dois dos 12 equipamentos liberados para compra já empenhados – os demais aguardam resultado de licitação – a previsão é que a nova unidade móvel do Hemoba seja inaugurada no final do ano. No caso dos equipamentos destinados aos postos de saúde da família, 81,59% já foram executados. São aparelhos de raio X odontológico, autoclaves, balanças, desfibriladores e mobiliário que já estão sendo entregues às prefeituras.
Assessoria de Imprensa da Senadora Lidice da Mata

0 comentários:

Copyright © 2012 blog do erê.