ITAJUÍPE: SELEÇÃO VOLTA AO INTERMUNICIPAL DE OLHO NO BI.

Seleção mescla juventude com experiência de atletas que já defenderam times profissionais   
Uma equipe formada por atletas “escolhidos a dedo” e com potencial suficiente para ganhar o título de campeã do próximo Campeonato Intermunicipal. Pelo menos esse é o perfil que o supervisor da Seleção Amadora de Itajuípe, Gilmar Guerreiro, traça do time que ele montou para a disputa da competição.
O Intermunicipal está previsto para começar entre o final de julho e inicio de agosto, e Itajuípe volta a participar do campeonato depois de permanecer fora dele por um longo período de sete anos seguidos. Faltou apoio do prefeito local da época.
Apoio em busca do bi
Agora, a seleção conta com total e irrestrito apoio da prefeita da cidade, Gilka Badaró (PSB), que sempre investiu em esporte e, especialmente, no futebol amador em suas duas administrações anteriores.
Em 1987, Gilka levou a seleção de Itajuípe à conquista do título de campeã do Intermunicipal. Nesse ano de 2013, ela pretende fazer o mesmo, levando a sua seleção ao bicampeonato.     
 “É bom, chega a ser emocionante, ver a nossa cidade representada num campeonato de futebol tão importante como o Intermunicipal”, comemora Guerreiro.
Para formar um time competitivo e capaz de fazer bonito em campo, Gilmar Guerreiro e sua Comissão Técnica recorreram a jogadores que foram campeões e vice-campeões do Intermunicipal de 2012, atuando respectivamente pelas seleções de São Francisco do Conde e Coaraci.
“Na verdade, os atletas, em sua maioria, são daqui de Itajuípe. Eles estavam jogando no Conde e em Coaraci porque Itajuípe não vinha participando do Intermunicipal. Agora, com o nosso retorno à competição, eles voltam a defender a nossa seleção”, explica Guerreiro.
A seleção itajuipense conta ainda com jogadores de outros municípios sul baianos.  São ao todo 30 atletas. O grupo tem idade média de 24 anos, mas também conta com gente experiente como o lateral esquerdo Wescley, campeão baiano pelo Colo Colo de Ilhéus, em 2006; o zagueiro Rondineli e o meio campo Lei – estes últimos, ex-jogadores do Itabuna profissional.


0 comentários:

Copyright © 2012 blog do erê.