'GOVERNO PRECISA INVESTIR MAIS NOS POLICIAIS MILITARES' - DIZ CAPITÃO TADEU.


O Deputado Estadual Capitão Tadeu Fernandes (PSB) reuniu-se com policiais militares em Santo Antônio de Jesus e da região no último sábado (18) na câmara de vereadores deste município. A reunião teve como objetivo ouvir os policiais militares e saber quais as deficiências, a questão da escala e outros assuntos relacionados à qualidade de trabalho dos soldados. Assim, o Capitão Tadeu cedeu uma entrevista à Rádio RBR e informou que na reunião foram discutidas propostas de melhoria da segurança pública para a população, “a população precisa de uma segurança pública melhor e a reunião com os policias, juntamente com o vereador Sargento Vinícius, serviu para discutir o que a polícia militar precisa para prestar uma segurança com qualidade”, elucidou.

O capitão ainda elucida que, para melhorar a situação de trabalho dos oficiais, é preciso de mais investimentos por parte do governo, bem como de respeito aos direitos dos policiais e, segundo ele, nesse momento o Governo abriu as portas para um diálogo, tendo uma perspectiva que nos próximos seis meses a categoria dos policiais militares possa sentar com o Governo para elaborar os projetos de aprimoramento da carreira policial, “então estamos aqui exatamente ouvindo propostas da classe para que possamos conversar com o Governo de forma organizada, com projetos bons para todos”, disse.
No decorrer da reunião, o capitão Tadeu frisou a questão de uma diferença entre praças e oficiais. Assim, o deputado explicou que em todas as profissões, o chefe sempre cobra dos seus coordenados por ações, trabalhos e posturas. “Mas alguns chefes cobram de uma forma indevida, de uma forma mais brusca e isso incomoda os subordinados. A gente vê que na polícia militar também ocorre de alguns comandantes cobrando de forma inadequada e isso termina gerando um mal estar. Nós queríamos exatamente criar um mecanismo para que haja um trabalho de reforço das polícias militares na Bahia inteira”, explanou.
A respeito de algumas informações de uma ameaça de paralisação, o capitão informou que a classe está querendo resolver os problemas com diálogo, mas ninguém pode prevê se terá greve ou não. Para finalizar, o deputado ressaltou: “hoje os oficiais da Bahia não têm salário digno, não têm condições de trabalho, não têm treinamento adequado e é isso que nós queremos buscar para que os policiais consigam condições de trabalho adequadas para que possam prestar um bom serviço à comunidade”. Informações do Voz da Bahia por Samile Damasceno.



0 comentários:

Copyright © 2012 blog do erê.